Não perca a conversa com os especialistas sobre o futuro da tecnologia e das conexões humanas.

Empréstimo no Metaverso: Evoluindo as jornadas do cliente no metaverso

julho 28, 2022

O metaverso está tendo uma adoção significativa em todo o mundo indo muito além de nichos. Há uma oportunidade para que todos reimaginem como seria e participem juntos da construção desse futuro. O metaverso é para todos.

O surgimento de uma economia paralela com serviços inovadores abre oportunidades incomparáveis para o crescimento financeiro. Imóveis baseados no metaverso são um setor que terá um aumento maciço. Como no mundo real, as pessoas sonham em subir em escadas de propriedades e o mesmo valerá para o metaverso. A corrida já começou e segundo a pesquisa de mercado da Brand Essence, o mercado imobiliário no metaverso tem 31,2% de taxa de crescimento anual composta até 2028. 

De acordo com um artigo na Forbes por Ron Shevlin, “Sandbox é o maior mundo virtual em termos de volumes de transações, com 65.000 transações em terreno virtual totalizando US $350 milhões em 2021. Decentraland — o segundo maior mundo virtual – teve 21.000 transações imobiliárias no valor de US$ 110 milhões no ano passado.” 

 

As perguntas a seguir surgem do ponto de vista do consumidor, cliente de varejo ou investidor.

3

 

Algumas perguntas importantes do consumidor

 

Abaixo está como vemos atualmente vários participantes envolvidos em diferentes etapas de empréstimos.

2

Atualmente, estamos vendo o raiar do dia na terra do metaverso. Muitas coisas ainda estão evoluindo e podem mudar em um futuro próximo. 

1

Reimaginando como realizar empréstimos no metaverso

Seleção de propriedades:  Esta é uma das partes mais incríveis do metaverso. Como usuário, você poderá visitar o mundo virtual e estar em um local de sua escolha a uma velocidade supersônica. Como em filmes de ficção científica. O acesso a dispositivos como o óculos, proporcionará essa experiência  para você e, com o tempo,a mesma tende a se aperfeiçoar, tornando-a única . Uma vez no local, você poderá explorar a propriedade em potencial, mantendo seus principais objetivos em mente (primeira casa, empresa etc.). 

Acessibilidade do crédito: geralmente, os credores terão duas questões críticas para os mutuários, sua capacidade de pagar seu empréstimo e sua intenção de pagar. De modo geral, a capacidade de pagamento é determinada por fatos disponíveis sobre receitas, despesas e outros empréstimos. Essas informações geralmente são convertidas em uma pontuação de crédito. 

Uma pessoa pode ter essas informações tanto na renda física quanto na digital no metaverso, será interessante ver como essas sobreposições seriam combinadas. A intenção de pagar concentra-se em aspectos comportamentais do cliente final, constantemente refinados pela forma como atuam no metaverso e no mundo físico. Em um mundo descentralizado, carteiras de criptomoedas com ativos na forma de bitcoins e NFTs seriam parte do processo. Será interessante ver como o patrimônio líquido e a acessibilidade seriam determinados em todos os metaversos, especialmente valores flutuantes de ativos descentralizados. 

Buscas legais/transporte:  os NFTs deteriam a posse legal e o valor de um ativo digital adquirido, neste caso, propriedade/terreno. Será fascinante ver como as buscas legais e as etapas de transmissão evoluem, considerando a natureza descentralizada do metaverso.

São muitas as dúvidas sobre…

  • O que acontece quando um determinado metaverso muda?
  • Quais podem ser essas mudanças (já que é totalmente digital)?
  • Poderia haver violações de dados?
  • E se houver um cancelamento da compra do terreno/propriedade de um metaverso? 
  • Como seriam as arbitragens/jornadas legais?

Avaliação de ativos: os preços dos imóveis virtuais seriam baseados quase nos mesmos fatores do universo físico, como localização, tamanho, potencial futuro, riscos etc. Mas pode-se esperar que novas estruturas como NFTs ganhem importância e que riscos e eventos desconhecidos no mundo descentralizado comecem a ganhar visibilidade. 

Serviço de empréstimo: semelhante à evolução do modelo de risco de crédito, os modelos de atendimento também evoluiriam. Além de permitir que os clientes obtenham melhores ofertas em oportunidades de nova hipoteca, cobranças. A análise contínua em tempo real, que acompanha a mudança na capacidade de pagamento dos clientes e o impacto das condições de mercado nas NFTs (em relação à avaliação de ativos digitais, neste caso, propriedades), impulsionará novos modelos de engajamento com clientes finais e a estrutura de risco das instituições financeiras.

Pensamentos finais

Todos nós vimos a revolução industrial 4.0 ganhando força. A jornada do metaverso pode lançar as bases para outra revolução industrial. Pode estabelecer novos modelos de negócios no setor, possivelmente forçando os players dominantes a reimaginar completamente seus negócios no mundo descentralizado da Web 3.0. 

Como o acesso ao financiamento continua a desempenhar um papel central mesmo no metaverso, podemos esperar a inclusão financeira em novas economias emergentes. As partes interessadas em todo o ecossistema do metaverso evoluirão, portanto, o aprimoramento do conhecimento exigirá um foco sério entre os participantes. 

Por fim, como o metaverso oferece uma oportunidade de recriar nosso mundo, será interessante ver como as empresas alcançam suas metas de sustentabilidade enquanto adotam o metaverso e modificam seus modelos de negócios em torno dele.

Créditos – os infográficos e imagens usados neste artigo são do Freepik

Todas as imagens têm direitos autorais da Globant

Artigos relacionados

Tópicos em alta

Blockchain
Technology

Inscreva-se na nossa newsletter

Receba as últimas notícias, postagens selecionadas e destaques. A gente promete nunca enviar spam.

Mais de

O Estúdio de Metaverso se concentra na abertura de portais para espaços digitais para nossos parceiros, fornecendo um pipeline contínuo para geração de gêmeos digitais e sistemas de produção de conteúdo aprimorados, resultando em presença nas diferentes palavras virtuais online. Ajudamos as empresas a criar e operar seus novos espaços virtuais onde podem ampliar a presença, oferta e criatividade de sua marca, maximizando o envolvimento com seus clientes e funcionários enquanto reinventam suas verticais de negócios.